Assim será o primeiro teste em plena escala do Hyperloop, futuro do transporte

O Hyperloop é uma tecnologia proposta por Elon Musk – da Tesla e SpaceX – que promete revolucionar o transporte. Duas empresas vêm trabalhando para tirar este projeto do papel, e uma delas vai entregar uma prova de conceito nesta quarta-feira, no deserto de Nevada (EUA).

>>> O Hyperloop pode funcionar de verdade, mas sairá do papel?

Os engenheiros chamam isto de “teste de propulsão ao ar livre” (POAT), que será a primeira demonstração pública do sistema de propulsão eletromagnética desenvolvido pela Hyperloop One (anteriormente Hyperloop Technologies), capaz de viajar a velocidades acima de 500 km/h.

hyperloop one teste

“Nós testamos as tecnologias de levitação, testamos a aerodinâmica em ambientes de baixa pressão, testamos o tubo”, disse ao Gizmodo o CEO Rob Lloyd na sede da Hyperloop One, no centro de Los Angeles, onde cerca de 160 funcionários estão trabalhando no projeto.

“Nós fizemos o teste de todos os sistemas, mas só podemos demonstrar isso se nós o construirmos em plena escala.” No final do ano passado, a Hyperloop One adquiriu o terreno em Nevada para começar a construir um protótipo completo, e Lloyd estima que ele estará pronto até o final de 2016. Quando forem instalados os tubos de baixa pressão, os pods (vagões) devem atingir velocidades superiores a 1.000 km/h.

Josh Giegel, vice-presidente sênior de engenharia, diz que a Hyperloop One usa eletroímãs para movimentar os pods. A ideia original de Musk era usar rolamentos pneumáticos, que transfere o ar de alta pressão da frente para a traseira do veículo.

Mas Giegel também diz que a Hyperloop One não está presa a uma tecnologia específica. “Nós acreditamos fortemente em testar o design o mais rápido que pudermos para liberar o produto, obter feedback e fazer melhorias”, ele afirma. “Sentimos que a tecnologia de propulsão que estamos demonstrando agora é uma maneira extremamente original de fazer isso.”

Parceiros

Além da demonstração da tecnologia de propulsão, a Hyperloop One também anunciou uma longa lista de novos parceiros. O mais notável é o arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels e sua empresa BIG. Ingels é conhecido por seus projetos ambiciosos, e dará uma consultoria de design para como os projetos da Hyperloop One podem se integrar às cidades.

“Com o hyperloop, não estamos apenas projetando uma estação futurista ou um trem muito rápido: estamos lidando com uma tecnologia totalmente nova com o potencial de transformar completamente a forma como as nossas cidades existentes irão crescer e evoluir, e como as novas cidades serão concebidas e construídas”, disse Ingels em comunicado.

hyperloop one teste
A pista de testes em construção em Nevada

Também fecharam parceria as empresas de engenharia AECOM e Arup, bem como as empresas de transporte e túneis Amberg Group (Suíça), Deutsche Bahn (Alemanha) e Systra (França). Este grupo de consultores internacionais sugere que o primeiro hyperloop provavelmente não será construído nos EUA, e sim em um país com menos restrições regulamentares.

Entre os investidores da Hyperloop One estão a SNCF, que cuida do sistema ferroviário da França, que estaria de olho no hyperloop como um potencial substituto para o transporte ferroviário de alta velocidade.

Inicialmente, a Hyperloop One está concentrando seus esforços em um sistema de transporte de carga, não de pessoas. Alguns dos estudos de viabilidade já em curso incluem uma melhor ligação de infraestrutura entre Estocolmo e Helsinque; transporte eficiente de contêineres pelo Porto de Los Angeles; e um sistema de transporte de carga à base de túneis na Suíça.

Concorrência

A outra empresa apostando nesta forma de transporte é a startup Hyperloop Transportation Technologies (HTT), que anunciou esta semana que licenciou uma tecnologia diferente de propulsão usando levitação magnética passiva.

No início deste ano, a HTT anunciou um plano para levar um sistema de hyperloop à Eslováquia, mas a empresa ainda vai construir uma pista de teste de 8 km no norte da Califórnia.

Primeira foto via Instagram

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 3 =